Porsche revela o novo 911 com motorização híbrida
Mercedes mostra a sua gama em pista

Toyota revoluciona crossovers com C-HR

By on 18 Novembro, 2016

A Toyota pretende tornar a experiência de conduzir em cidade mais interessante, e reforça a sua gama com o C-HR, um crossover de estilo desportivo, que permite ao condutor ter uma maior sensação de comando sobre o que se passa no trânsito da selva urbana. A marca japonesa conseguiu preservar as linhas agressivas do protótipo que lhe deu origem, sem prejudicar a habitabilidade.

O interior do C-HR foi concebido para dar ao condutor uma sensação de controlo. O ecrã tátil de oito polegadas (através do qual se pode aceder aos comandos do sistema de informação, entretenimento e navegação) foi posicionado de modo a facilitar o acesso do condutor, com um desenho assimétrico da consola central, que se prolonga depois como separador dos bancos dianteiros.

A nova plataforma do C-HR permite instalar várias tecnologias de segurança passiva com vários níveis de integração e interatividade. Estas incluem o cruise control adaptativo, com função de seguimento de objetos, ao qual se acrescenta o sistema de pré-colisão, reconhecimento de sinais de trânsito, alerta de mudança de faixa, alerta de ângulo morto, assistência de estacionamento e faróis máximos automáticos.

A gama de motores do C-HR é simples. Como entrada de gama, a Toyota propõe o motor 1.2 turbo que já é conhecido do Auris, uma unidade compacta, que foi alvo de muita atenção na mistura de ar e combustível, de modo a controlar o aquecimento do motor, mantendo a temperatura ideal do motor e contribuindo para a redução dos consumos. A marca anuncia um valor médio de 5,9 l/100 km.

O motor também usa injeção direta de gasolina e controlo eletrónico de abertura das válvulas que fazem com que o motor consiga funcionar em ciclo Otto (quatro tempos) a velocidades elevadas e em ciclo Atkinson (cinco tempos, com atraso do fecho da válvula de admissão) a velocidade de cruzeiro. Os 115 cv são funcionais para um carro deste género, mas o que impressiona mesmo é o binário de 185 Nm, disponível logo a partir das 1500 rpm.

Em alternativa, a Toyota propõe o C-HR híbrido, com o mesmo sistema usado na nova geração do Prius. O sistema gera 122 cv de potência conjunta, recorrendo a um motor a gasolina que tem melhor eficiência térmica devido ao uso do ciclo Atkinson de combustão, bem como baterias que são 10 por cento menores em tamanho mas conseguem ser 28 por cento mais eficientes na acumulação de energia. Os motores geradores e a unidade de controlo também são menores, fazendo com que o conjunto seja mais compacto e eficiente. A Toyota anuncia um consumo médio de apenas 3,8 l/100 km, com emissões de CO2 de 86 g/km.

Os técnicos da marca japonesa também se preocuparam em proporcionar um carro com um comportamento que pudesse entusiasmar o condutor europeu, que prefere manter um maior controlo sobre as sensações que recebe do carro. A suspensão dianteira de tipo McPherson foi idealizada para trabalhar em conjunto com a direção, ajudando na precisão das trajetórias. Quanto à suspensão traseira, a Toyota optou por um conceito multilink, pouco usual para um carro destas dimensões e deste segmento, que fará com que o C-HR tenha um nível de estabilidade em curva acima da média face à concorrência.

O Toyota C-HR chega ao mercado nacional já este mês, com três níveis de equipamento divididos pelos dois motores, Active (já com cruise control adaptativo), Comfort (incluindo faróis de nevoeiro, sensor de chuva e ar condicionado de dupla zona) e Exclusive (com abertura sem chave, sensores de estacionamento e bancos em pele). O 1.2 turbo fica posicionado como entrada de gama, com o híbrido como variante mais luxuosa. Não há planos para lançar uma variante Diesel deste motor. A Toyota também disponibiliza versões especiais com os packs de equipamento Style e Luxury, com cores específicas. O pack Style inclui o tejadilho Night Sky e o pack Luxury tem um sistema de navegação.

Preços:

1.2T Active – 23 650 €

1.2T Comfort – 26 050 €

1.2T Comfort pack Style – 27 550 €

Híbrido Comfort – 28 350 €

Híbrido Comforto pack Style – 29 850 €

Híbrido Exclusive – 31 350 €

Híbrido Exclusive pack Luxury – 33 350 €

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)