Peugeot 3008 e E-3008: Conheça este importante novo capítulo
Peugeot E-5008: Autonomia de até 660 km para sete lugares

Realidade virtual: A autoestrada da inovação

By on 29 Abril, 2024

Durante os últimos 20 anos, a Peugeot tem utilizado a realidade virtual como uma ferramenta de inovação ágil e eficaz.

Ao usar o mundo virtual, a marca tem sido capaz de atender às necessidades dos clientes e preparar a mobilidade sustentável do futuro. Dois dos projetos mais recentes que se beneficiaram dessas ferramentas são o concept car Peugeot Inception e o comando de direção Hypersquare, que serão apresentados no salão VivaTech, em Paris, de 22 a 25 de maio.

A primeira fase, a CAVE 1

Em 2004, a PEUGEOT inaugurou o seu centro de design, introduzindo a CAVE 1, a sua principal ferramenta de realidade virtual. Essa sala imersiva apresentava cinco projetores com resolução de 1280 x 1024 pixels, combinados com cinco telas fixas de 2,90 x 2,32 m, formando uma sala cúbica com imagens projetadas em todas as paredes. Isso criou um ambiente 3D imersivo onde os veículos ou componentes em tamanho real podiam ser visualizados de forma realista. A CAVE 1 oferecia uma ferramenta de conceção complementar, permitindo uma compreensão mais profunda dos projetos e facilitando a partilha entre diferentes equipas, o que possibilitava implementações mais rápidas e alterações ágeis.

Paralelamente à CAVE 1, a Holobench, uma mesa de realidade virtual composta por dois ecrãs, proporcionou feedback háptico, trazendo elementos do mundo real para a realidade virtual. Essa tecnologia de feedback háptico permitia visualizar peças extraídas do modelo digital e simular montagens ou desmontagens, enriquecendo a experiência do utilizador.

Em 2015, a PEUGEOT avançou para o próximo nível em realidade virtual com a introdução da CAVE 2. Essa nova sala imersiva, ainda instalada no centro de design, apresenta seis projetores 4K que projetam imagens em cinco telas de parede com dimensões impressionantes, proporcionando uma experiência visual ainda mais imersiva e detalhada. Esta instalação também beneficia outras marcas da STELLANTIS, demonstrando o compromisso contínuo da empresa com a inovação e a excelência em design.

CAVE 2, ainda melhor

A CAVE 2 da PEUGEOT é uma sala de realidade virtual com poder de computação sem precedentes, alimentada por 30 computadores equipados com 70 placas gráficas. Essa capacidade de processamento permite um detalhe mais específico no design exterior e interior dos veículos, incluindo acabamentos e combinações de cores, algo inédito até então.

Além dos veículos, a CAVE 2 também é utilizada para testar stands de salões automóveis e até mesmo esculturas representativas da PEUGEOT. Nos últimos 10 anos, a CAVE 2 viu mais de 3.000 revisões de projetos, incluindo o comando de direção Hypersquare, um dos mais recentes desenvolvimentos da PEUGEOT, que foi apresentado e revisto em várias interações com equipes de design, marketing e produto.

Um laboratório para novos modelos

Desde 2004, a realidade virtual tem sido uma ferramenta fundamental na conceção de todos os novos modelos da Peugeot. Isso permite avaliar, modificar e validar rapidamente os diferentes elementos de cada projeto antes de avançar para os protótipos físicos, resultando numa produção menor desses protótipos. Esta abordagem reduz tanto o tempo quanto os custos: desde o início da utilização da realidade virtual, as marcas Stellantis economizaram mais de 3 milhões de euros.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)