RS Q8 Performance: O SUV mais potente da história da Audi
Mercado de usados: Procura de SUV e citadinos aumentou

Hyundai Bayon, o novo SUV mais pequeno da marca sul-coreana

By on 2 Março, 2021

Depois de vários teasers, a Hyundai revelou o novo Bayon. Este que será o SUV de menores dimensões da casa sul-coreana, posicionando-se abaixo do Kauai, é baseado na mesma plataforma utilizada no novo i20. Contudo, ao nível estético está mais semelhante ao “irmão” Kauai, principalmente na secção dianteira em que as luzes diurnas encontram-se separadas das restantes. Destaque ainda para a grelha que ocupa grande parte do para-choques. Atrás é diferente do que estamos habituados, com os farolins estilo “boomerang” interligados por uma faixa luminosa que atravessa toda a bagageira.

Relativamente a dimensões, o Bayon tem 4180 mm de comprimento, 1775 mm de largura e 1490 mm de altura. Tudo isto é acompanhado por uma distância entre eixos de 2590 mm, ou seja, é ligeiramente inferior ao Kauai em todos os aspetos. Curiosamente, o volume de bagageira é exatamente o oposto. Apesar de mais pequeno, garante mais 36 litros para um total de 411 litros.

Interior familiar

Se por fora é visualmente semelhante à gama SUV da Hyundai, no interior é em tudo idêntico ao utilitário i20. Ou seja, encontramos o mais recente volante da marca sul-coreana, acompanhado por um painel de instrumentos digital e um ecrã central de 8 ou 10,25 polegadas, mediante a versão escolhida. Também nos assistentes à condução o Bayon é semelhante ao i20 com o sistema de segurança Hyundai SmartSense que oferece, por exemplo, sistema de manutenção de faixa, cruise control adaptativo, travagem autónoma com deteção de peões e ciclistas, entre outros.

Debaixo do capot reina a gasolina

Debaixo do capot, os clientes vão encontrar somente soluções a gasolina bem conhecidas das restantes gamas da Hyundai. A versão de acesso está equipada com o motor atmosférico 1.2 MPi com 84 cavalos, associada à caixa manual de cinco velocidades. Passando para os motores sobrealimentados, os 1.0 T-GDi, disponibilizam dois níveis de potência: 100 ou 120 cavalos. Nesta motorização o Bayon inclui um sistema mild hybrid de 48 V (de série a versão mais potente). Por fim, ainda não se sabe quando chega ao mercado, e, apesar de não serem conhecidos os preços, devem ser ligeiramente inferiores ao Kauai.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)