Estudos mostram impacto positivo dos carros elétricos no ambiente
Os carros elétricos são mais amigos do ambiente que os carros com motor térmico?

76% dos portugueses não pensa em comprar carros elétricos devido aos custos de utilização

By on 29 Fevereiro, 2024

Comprar carro novo nos dias de hoje é um investimento avultado, mais ainda quando falamos de carros mais ecológicos, sejam eles elétricos ou eletrificados. A tecnologia que lhes permite reduzir as emissões na utilização é a mesma que faz aumentar os preços, além da recente subida dos preços da eletricidade, o que desmotiva a grande maioria dos condutores nacionais a comprar elétricos.

Apesar das flutuações nos preços dos combustíveis, muitos ainda dependem do carro para suas deslocações diárias, devido à perceção de que o transporte público não atende adequadamente às suas necessidades. No entanto, a maioria não considera a compra de veículos elétricos uma opção viável devido aos custos elevados.

Um estudo da Cetelem revela que 76% dos portugueses (média europeia de 74%) acham os carros elétricos caros tanto na aquisição, quanto no custo de eletricidade. Além disso, há preocupações sobre a capacidade de produção de eletricidade para atender às necessidades dos carros elétricos, especialmente à luz de relatórios que indicam limitações na infraestrutura elétrica nacional (para 51% dos inquiridos).  Segundo o Relatório de Monitorização da Segurança de Abastecimento do Sistema Elétrico Nacional, da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), o limite de referência de perda de carga na rede elétrica poderá ultrapassado em 2024, podendo vir a ser necessárias ações mitigadoras, que podem impactar o carregamento de veículos elétricos. A falta de pontos de carregamento acessíveis também é um obstáculo significativo para a adoção de veículos elétricos em Portugal, segundo os inquiridos (o estudo, existem 20 mil postos de carregamento em funcionamento no nosso país).

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)