Mercado nacional cresceu 13,1% no primeiro trimestre: mais de metade dos novos carros são eletrificados
Portugueses aderem mais aos Híbridos Plug-in (PHEV): Crescimento de 37,5%

Vendas de 2022 com sinal positivo face ao ano passado, mas longe de 2019

By on 2 Janeiro, 2023

Os dados da ACAP com as vendas totais do ano passado revelam um crescimento de 2,8% face ao valor global de 2021, com mais de 185 mil automóveis matriculados em Portugal.

Mês após mês o mercado automóvel tem revelado números que mostram sinais de recuperação, mas que ainda estão bastante longe dos valores verificados antes dos anos de pandemia. Face ao ano passado, por exemplo, as vendas de veículos automóveis em Portugal subiram 2,8%, mas se as compararmos com os valores registados em 2019, o valor fica 30,8% abaixo dos registados nessa altura. No que apenas diz respeito ao mês de dezembro, foram registadas 18.356 novas matrículas, sendo que 14.698 unidades se referem a automóveis ligeiros de passageiros.

Uma das maiores alterações que temos vindo a verificar no mercado automóvel passa pela maior procura dos veículos movidos por energias alternativas. E no total das vendas do ano passado, e na categoria dos automóveis ligeiros de passageiros, podemos ver que quase 40 por cento do valor de vendas registado em 2022, é referente a modelos eletrificados.

A gasolina representa uma percentagem de 41,6% e o gasóleo de 17,9%, enquanto as energias alternativas já estão nos 40,5%. Deste valor, apenas 3,5% são referentes a outras soluções além da eletrificação, uma vez que 15,4% dizem respeito a veículos híbridos (HEV) e 10,3% a híbridos plug-in (PHEV). Quanto aos automóveis totalmente elétricos (BEV), já são responsáveis por mais de 11,4% da categoria dos automóveis ligeiros de passageiros.

Na batalha das marcas e sem grandes surpresas, é a Peugeot que fica no topo da tabela de vendas de 2022, com 16.828 automóveis ligeiros de passageiros matriculados. Em segundo lugar fica outra marca francesa, a Renault, com 12.841 unidades e em terceiro a Mercedes-Benz com um total de 12.055 novas matrículas. No que diz apenas respeito aos valores de dezembro, é a Renault que conquista o lugar cimeiro da tabela, seguida da Peugeot e da Dacia, em terceiro.

Nas matrículas de veículos ligeiros de mercadoria, são as marcas francesas que dominam o mercado, com a Peugeot a registar 4.027 unidades matriculadas, seguida da Renault com 3.088 e da Citroën com 2.549.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)