Peugeot Inception: A mobilidade elétrica do futuro
Realidade virtual: A autoestrada da inovação

Peugeot 508 recebe o novo visual da marca do leão e um upgrade tecnológico

By on 24 Fevereiro, 2023

Com a introdução de novos modelos, o Peugeot 508 começava a ficar desatualizado, pelo que a marca decidiu rejuvenescê-lo com todas as novidades já incluídas nos modelos mais recentes.

Além de toda a tecnologia que continua a chegar diariamente ao mundo automóvel também a estética da maioria dos modelos está a ser transformada e no caso da Peugeot, depois da introdução do seu novo logo, todos os modelos têm vindo a receber um visual mais agressivo, mas muito apelativo, que se inspira no passado da marca mas que a transporta diretamente para o futuro. E agora, depois do 308 e dos SUV 3008 e 5008, é a vez do 508 receber esta atualização considerável, com o estilo dos modelos mais recentes.

Na secção dianteira, por exemplo, desapareceram as enormes “presas” laterais que serviam de luzes de condução diurna, tendo sido substituídas pelos três elementos que simbolizam as garras do leão. Os grupos óticos também contam com um visual mais apurado, mas o grande destaque continua mesmo a ser o novo logo, que é a peça central da nova grelha frontal, também com um novo desenho, e que, pela primeira vez, se integra totalmente no volume do pára-choques. Lá atrás, os grupos óticos também assumem o visual que conhecemos no 308, com as três “garras” em LED, mas numa posição central, em vez do novo logo da Peugeot, estão agora as letras com o nome da marca.

Uma vez a bordo, a imagem não é muito diferente do modelo atual, mas houve uma grande preocupação com a qualidade dos materiais utilizados, especialmente no que diz respeito aos estofos dos assentos. No entanto, ao novo Peugeot 508, também chegou o novo comando da caixa de velocidades mais simplificado, que é agora um pequeno seletor embutido na consola central em vez de um comando de formato mais tradicional. Em frente ao condutor, está o novo painel de instrumentos totalmente digital com um monitor de 12 polegadas e um novo grafismo e, ao centro, o monitor tátil de dez polegadas com o novo sistema operativo e interface para o utilizador, que pode ser totalmente personalizado ao gosto de cada pessoa, com as informações desejadas ou mais utilizadas. Com este novo sistema, é possível a ligação por Bluetooth a dois smartphones em simultâneo e a utilização, sem fios, das ligações Apple CarPlay e Android Auto.

No capítulo das motorizações, o maior destaque, como esperado, está na oferta dos diversos sistemas híbridos plug-in, que começam com a versão de 180 cavalos e tração dianteira e seguem para a opção de 225 cavalos, também com duas rodas motrizes. Mas no caso do Peugeot 508 há ainda uma terceira opção, com a assinatura da PSE, ou seja, a Peugeot Sport Engineering. Com esta opção, todo o conjunto assume uma imagem e uma dinâmica mais desportiva mas, neste caso, o sistema híbrido plug-in já conta com dois motores elétricos, um em cada eixo, dando origem a um sistema de quatro rodas motrizes com uma potência máxima combinada de 360 cavalos. Comum aos três sistemas é a bateria de iões de lítio com uma capacidade de 12,4 kWh. Em alternativa aos sistemas híbridos, o novo Peugeot ainda conta com uma versão equipada exclusivamente com um motor térmico, um diesel de 1,5 litros e 130 cavalos de potência, em conjunto com a caixa de velocidades automática EAT8 de oito relações.

Além de um visual mais apelativo, seja no exterior ou no interior, com diversos elementos decorativos no tom “Kryptonite”, e do sistema híbrido mais potente com dois motores elétricos e um térmico, a versão mais desportiva desenvolvida pela PSE ainda tem outros argumentos muito interessantes. Para começar, a suspensão foi rebaixada e as vias estão um pouco mais largas (24 mm na frente e 12 mm atrás), trabalhando perfeitamente com a suspensão pilotada, que inclui três modos de funcionamento. Os discos de travão dianteiros têm 380 mm de diâmetro e pinças fixas de quatro pistões, estando escondidos atrás de jantes com 20 polegadas de diâmetro que calçam pneus Michelin Pilot Sport 4S.

Os mais exigentes em termos de equipamento e audio, certamente que não vão dispensar o sistema que a Focal desenvolveu especificamente para o 508, que inclui dez altifalantes (quatro tweeters, quatro woofers/médios, um canal central e um subwoofer), ligados a um amplificador de 12 vias de classe D com 690 W de potência.

Quando chegar ao mercado nacional, nos dias mais quentes do verão, o novo Peugeot 508 ficará disponível com três níveis de equipamento (Allure, GT e Peugeot Sport Engineering), dois formatos de carroçaria (508 e 508 SW), uma gama de sete cores para a carroçaria que incluem três novas opções (Branco Okenite, Azul Eclipse e Cinzento Titane) e um bom conjunto de equipamentos de série que passam a incluir, por exemplo, o sistema de iluminação Matrix LED. A produção de todas as unidades do novo 508 será feita na fábrica de Mulhouse, em França.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)