Bosch aposta na reciclagem de baterias
Rede Mobi.E: 448 mil carregamentos em abril

“os carros elétricos têm tudo para ficar muito mais baratos”

By on 29 Maio, 2023

Não é novidade para ninguém que os carros elétricos estão e vão continuar bem mais caros que os seus congéneres a combustão, e embora estejam a aparecer (já há algum tempo) propostas bem mais baratas, a verdade é que não há milagres… para já: as baterias são caras porque o lítio custa, mais ‘coisa’, menos ‘coisa’ 27 mil euros (dados divulgados recentemente pela Bloomberg mostram que após uma subida contínua de dois anos, que levou o preço a atingir os 87 mil dólares por tonelada, o valor do lítio está agora a cair e custa agora 27 mil dólares a tonelada).

Contudo, as baterias podem mudar… para cálcio! Depois do iões de lítio, vieram os iões de sódio, bateria de fluxo de ar de alumínio, bateria de lítio-ar e agora, bateria de cálcio, e o cálcio não falta na crosta terrestre. Logo, é muito mais barato. E tem um potencial de densidade de energia maior que o das baterias de lítio. Como dizem os ingleses “to cut a long story short”, e apesar de faltar ainda muito para a viabilidade comercial, o que verdadeiramente importa é simples: os carros elétricos têm tudo para ficar muito mais baratos.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)