Audi: A4 passa a ser designado A5. Saiba porquê
Audi Q6 e-tron: Não é apenas mais um SUV. É o início de uma nova era

Novo Audi e-tron GT: Performance eletrizante

By on 18 Junho, 2024

O Audi e-tron GT quattro, lançado em 2021, é o modelo elétrico de topo e desportivo da Audi. Este Gran Turismo de quatro portas combina design com um potente sistema de propulsão elétrico. As novas versões aprimoram significativamente a autonomia, performance, carregamento e usabilidade do veículo. Com o RS e-tron GT performance, a Audi apresenta o seu primeiro modelo RS totalmente elétrico.

O Audi e-tron GT é um veículo elétrico de alto desempenho da marca alemã. Foi apresentado pela primeira vez como um conceito em 2018 no Salão de Los Angeles e desde então passou por algumas mudanças de design. O e-tron GT compartilha a plataforma “J1” com o Porsche Taycan. Com a chegada destas novas versões, a Audi ganha mais argumentos no mercado dos elétricos de elevada performance.

Três novidades

A versão e-tron GT quattro possui 476 cv de potência, enquanto a versão RS chega a 646 cv no modo boost. Isso permite acelerações de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos para a versão quattro e 3,3 segundos para a versão RS. O Audi S e-tron GT destaca-se pelo seu caráter desportivo, com uma dianteira com grelha Singleframe invertida, e difusor aerodinâmico com aletas verticais. O Audi RS e-tron GT apresenta um design mais desportivo e radical, com grelha 3D em favo de mel e detalhes inspirados em desportos motorizados.

O Audi RS e-tron GT performance é o primeiro modelo RS totalmente elétrico da Audi, com elementos de design únicos, como o tejadilho opcional em carbono mate e escurecido, e “camuflagem” em carbono. A nova identidade corporativa inclui anéis bidimensionais e uma gama de nove cores exteriores. A Audi também introduziu novas opções de jantes, incluindo jantes de 20 e 21 polegadas, com design inspirado na jante AVUS de 1991.

Novo design no interior

O novo design da Audi também influencia o interior dos modelos e-tron GT, incluindo bancos redesenhados, volante, soleiras de entrada e conteúdo digital. A projeção de luz da porta agora mostra um diamante colorido ao abrir a porta do condutor. Novas incrustações em madeira de bétula e acabamento de carbono mate estão disponíveis. As aplicações em Vanadium, um acabamento antracite, são opcionais no S e-tron GT e de série nos modelos RS.

O volante dos novos e-tron GT tem fundo plano em cima e em baixo, com comandos satélites vermelhos nos modelos RS. Os bancos foram atualizados com um design mais dinâmico e logótipo iluminado. O S e-tron GT vem com bancos desportivos plus de série, enquanto os modelos RS oferecem bancos com função de massagem opcional. O RS e-tron GT performance apresenta um pacote de design exclusivo com costura Verde Serpentine.

O interior utiliza microfibra sustentável Dinamica e tecido Cascade, ambos feitos parcialmente de materiais reciclados. As alcatifas e tapetes são feitos de Econyl, um nylon reciclado.

Equipamento de topo

A família GT da Audi destaca-se pela conectividade digital, com serviços Audi Connect, funções on-demand e uma loja de aplicações. O Audi virtual cockpit agora fornece informações sobre a temperatura da bateria e potência de carga em tempo real, com conteúdos específicos para o RS e-tron GT. Este modelo permite selecionar um mostrador de potência e velocímetro de fundo branco, homenageando o Audi RS 2 Avant de 1994.

Um teto panorâmico em vidro com tecnologia avançada PDLC está disponível opcionalmente. Este vidro inteligente pode mudar de transparente para opaco ao toque de um botão, controlando a luz solar direta. Os cristais líquidos no vidro tornam-se opacos sem tensão elétrica e transparentes com a aplicação de tensão. Esta funcionalidade pode ser ajustada através do ecrã MMI, oferecendo quatro predefinições e gráficos que remetem ao favo de mel desportivo da Audi.

Os números das unidades motrizes

Os motores síncronos de ímanes permanentes (PSM) são utilizados nos eixos dianteiros e traseiros do S e-tron GT e RS e-tron GT, oferecendo potências de 176 kW (239 cv) no eixo dianteiro e 415 kW (564 cv) no eixo traseiro. O RS e-tron GT performance tem uma gestão eletrónica modificada para maior eficiência. As versões S e RS do e-tron GT são mais potentes e com uma aceleração mais forte.

O S e-tron GT tem uma potência total de 500 kW (679 cv) e acelera de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos, enquanto o RS e-tron GT atinge 630 kW (856 cv) e acelera em 2,8 segundos. O RS e-tron GT performance é o mais potente, com 680 kW (925 cv) e aceleração de 2,5 segundos. A velocidade máxima é de 245 km/h no S e 250 km/h nos RS.

O sistema de travagem foi atualizado, com discos de aço no S e discos revestidos a tungsténio nos RS. Discos de travão de cerâmica de carbono estão disponíveis para todos os modelos, com pinças de dez pistões.

A Audi reduziu o peso do motor elétrico traseiro em dez quilos, otimizando componentes e o sistema de arrefecimento. O eixo de transmissão foi reforçado e a eletrónica de tração integral otimizada. A função boost, disponível nos modelos RS, aumenta a potência em 70 kW por dez segundos, ativada via o volante.

Bateria mais

A Audi melhorou a bateria de alta tensão (HV) do e-tron GT, aumentando a sua densidade energética enquanto reduziu o peso em nove quilos, totalizando 625 quilos. A capacidade bruta de armazenamento é de 105 kWh (97 kWh úteis). A otimização da placa de arrefecimento e das células resultou num aumento de 12% na capacidade dos módulos, e a recuperação de energia aumentou para 400 kW. As correntes máximas de carga e descarga foram elevadas para 400 amperes, permitindo um carregamento mais eficiente.

A potência máxima de carregamento foi aumentada para 320 kW, permitindo carregar de 10 a 80% em 18 minutos numa estação HPC. Em 10 minutos, pode ganhar 280 km de autonomia. O sistema Plug&Charge simplifica o processo de carregamento. O Audi virtual cockpit plus agora fornece informações detalhadas sobre o estado da bateria, incluindo temperatura, previsão de carregamento rápido e estado de pré-condicionamento.

O sistema de gestão térmica, com quatro circuitos de refrigeração, mantém a bateria e os componentes na temperatura ideal, adaptando-se às condições externas para otimizar o carregamento rápido. Uma bomba de calor, de série, melhora a eficiência energética da climatização interior, aumentando a autonomia no inverno.

Suspensão versátil

A Audi introduziu uma suspensão pneumática de série, com tecnologia de duas câmaras/duas válvulas, que melhora a dinâmica de condução sem sacrificar o conforto. Há também uma suspensão ativa opcional que equilibra conforto e desempenho de maneira inédita. O sistema Audi drive select oferece três modos de condução: efficiency, comfort e dynamic, além de um modo individual no S e-tron GT e dois modos RS configuráveis nos modelos RS, incluindo um modo performance exclusivo para o RS e-tron GT performance, ideal para circuitos.

A suspensão mantém a carroçaria estável durante travagens fortes, mudanças de direção e acelerações, proporcionando uma resposta precisa da direção e maior controle do veículo. Em condução suave, neutraliza vibrações, especialmente em pisos irregulares, e ajusta-se para conforto durante paradas. Há também uma função que eleva o carro até 77 mm para facilitar a entrada.

A direção integral opcional melhora a agilidade e a manobrabilidade em baixas velocidades e a estabilidade em altas velocidades, reduzindo o esforço na direção e o raio de viragem em 0,6 metros.

A nova gama e-tron GT estará disponível para encomenda a partir de junho.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)