Atualização do Mazda2 Hybrid combina novo design com mais tecnologia
Mazda de vento em popa: Vendas na Europa cresceram 24%

Motor rotativo da Mazda regressa à produção em massa

By on 3 Fevereiro, 2024

Mazda acelera a pesquisa e desenvolvimento de motores rotativos adaptados à nova era, regressando o motor Wankel à produção em massa integrado no novo Mazda MX-30 e-Skyactiv R-EV. 

Para o efeito, o construtor reintegrou no dia 1 de fevereiro, o “RE Development Group” no Departamento de Desenvolvimento de Tecnologias para Grupos Motopropulsores, da Divisão de Desenvolvimento de Grupos Motopropulsores. Na sua nova composição, o grupo irá continuar a desenvolver os motores rotativos utilizados como geradores e realizar a pesquisa e desenvolvimento em áreas como a conformidade regulamentar nos principais mercados, bem como a aplicação de combustíveis neutros em termos de carbono.

Contando com uma estrutura única, que gera energia através da rotação de um (ou mais) rotores triangulares, os motores rotativos surgiram na Mazda através do Cosmo Sport (110S), modelo desvendado em Maio de 1967, a que se seguiram múltiplas outras propostas, de modelos de produção em massa (o último foi o RX-8, cuja produção terminou em Junho de 2012), a concept-cars, sem esquecer viaturas direcionadas ao mundo do motorsport, como o 787B vitorioso em Le Mans, em 1991.

Cerca de 11 anos depois a Mazda anuncia o regresso do motor rotativo, em junho de 2023, mês em que retomou a produção em massa de veículos com essa tecnologia integrada. Fê-lo sob uma nova perspectiva, operando agora como gerador de energia para as baterias do novo Mazda MX-30 e-Skyactiv R-EV, aquele que se tornou no seu 13º modelo de produção equipado com esta solução que se mantém como única no mercado, uma proposta já em comercialização no Japão e na Europa.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)