Mercedes-AMG SL 63 MANUFAKTUR agora com edição exclusiva de 100 unidades
Mercedes mostra a sua gama em pista

Juan Manuel Fangio continua a marcar presença em frente ao museu da Mercedes-Benz

By on 4 Março, 2023

Mesmo em frente ao museu da Mercedes-Benz em Estugarda, a estátua de Juan Manuel Fangio e do seu “Silver Arrow”, o Mercedes-Benz W 196 R, continua a ser um dos maiores pontos de atração.

A nova série “Close-Up” que se pode visitar no Museu da Mercedes-Benz, em Estugarda, conta com diversos pontos de interesse, tanto no interior como no exterior do museu, e em que cada um deles conta uma surpreendente e fascinante história sobre os bastidores de uma competição, de um automóvel, piloto, ou algo relacionado.

Praticamente à porta do museu, a estátua de cobre de Juan Manuel Fangio e do seu Mercedes-Benz W 196 R continua a ser uma das principais atrações desde 2006, até porque, como tem um tamanho real, não passa despercebida. Além disso, e como Fangio está na parte de fora do carro, torna possível que todos experimentem o seu posto de condução, o que ainda melhora a experiência e permite fotografias memoráveis.

Tamanho real: Quando é que tem a oportunidade de encontrar um dos pilotos de corridas mais famosos de todos os tempos e até de se sentar ao volante do seu “Silver Arrow”? É algo que não é possível no modelo original, que se encontra em exposição no museu, mas que consegue fazer nesta estátua, mesmo em frente ao edifício.

Um peso de três toneladas: Praticamente em frente ao museu da Mercedes-Benz de Estugarda, a escultura de duas partes em bronze está presente desde 2006 e representa uma figura em tamanho real do cinco vezes campeão mundial de Fórmula 1 Juan Manuel Fangio e do seu lendário Mercedes-Benz W 196 R “Silver Arrow” – também em tamanho real.

Acessível: A escultura corresponde ao tamanho real do carro de corridas e do piloto. Fangio tem a sua mão direita no volante e o seu capacete debaixo do braço esquerdo. Parece que ele está pronto para entrar e sair a qualquer momento.

Ponto fotográfico popular: Mas Fangio não entra. O piloto de corridas permite que todos os que desejarem se sentem ao volante do W 196 R de 1954/1955. A escultura mostra claramente o quanto as pessoas gostam de tirar partido desta oportunidade: o bronze na zona da entrada e no volante está já bastante polido das muitas mãos que o seguraram até hoje. Quase ninguém perde esta oportunidade para boa uma fotografia.

Feito histórico: Juan Manuel Fangio conquistou um total de cinco títulos mundiais com carros de quatro marcas. Em 1954 e 1955, tornou-se Campeão do Mundo de Fórmula 1 com o Mercedes-Benz W 196 R, deixando assim a sua marca na segunda geração de “Silver Arrows” como nenhum outro piloto.

Silver Arrow: Existem duas versões do Mercedes-Benz W 196 R e são utilizadas dependendo do circuito: com rodas livres (como na escultura) para percursos sinuosos ou com uma carroçaria mais aerodinâmica para pistas de alta velocidade. O motor de oito cilindros em linha e 2.497 centímetros cúbicos tinha 213 kW (290 cv) de potência, conseguindo levar o W 196 R próximo dos 300 km/h. Na Sala de Lendas nº 7: “Races and Records”, o Museu da Mercedes-Benz conta com as duas versões originais do “Silver Arrow”.

Uma de seis: Esta escultura em bronze, que desafia o vento e o tempo no museu da Mercedes-Benz é uma das seis unidades existentes no mundo, sendo que a original, criada pelo artista catalão Joaquim Ros i Sabaté em nome do Real Automóvil Club de Cataluña (RACC), é a que se encontra no Autódromo da Catalunha, em Barcelona, Espanha. Em acordo com o artista, a Daimler Chrysler Classic (na altura) deu início à produção de novas versões, tendo sido produzidas cinco fundições.

Homenagem: Este lendário piloto acabou por falecer em Buenos Aires, em Julho de 1995, aos 84 anos de idade. Uns anos mais tarde, como homenagem, todos os cinco moldes produzidos foram colocados em locais relacionados com Juan Manuel Fangio: em Nürburgring, no Mónaco (perto da curva Rascasse), em Monza (no Autódromo local), em Buenos Aires (em frente à sede da Mercedes-Benz na Argentina) e no Museu da Mercedes-Benz em Estugarda, no momento da inauguração do museu, em 2006.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)