Renault Captur: Primeiras impressões
Renault Captur com ainda mais argumentos

Grupo Renault continua a crescer, Dacia sobe as vendas 24%

By on 19 Julho, 2023

As vendas mundiais do Grupo Renault cresceram 13% face a 2022 e na Europa aumentaram 24%. Enquanto isso, as vendas da Dacia aumentaram 24% com o Renault Megane E-Tech 100% Elétrico a ser o automóvel elétrico mais vendido do segmento C, em França.

As vendas mundiais do Grupo Renault atingiram 1.133.667 automóveis no primeiro semestre de 2023, um aumento de 13% em relação ao primeiro semestre de 2022. Na Europa, as vendas do Grupo aumentaram 24%, num mercado que cresceu 17%.

A marca Renault registou um crescimento de 12%, com mais de 772.000 automóveis vendidos no primeiro semestre de 2023. Na Europa, a marca Renault aumentou as vendas em 21% para as 503 242 unidades, voltando ao pódio como a segunda marca mais vendida e a número um em França.

As vendas da Dacia aumentaram 24% para mais de 345 000 unidades, no primeiro semestre de 2023, graças ao sucesso da sua gama de automóveis.

A Alpine também confirmou o seu crescimento: com mais de 1.800 automóveis vendidos e um aumento de matrículas de 9%. Os últimos seis meses foram marcados pelo sucesso do lançamento de duas edições limitadas: o Alpine A110 San Remo 73 e o Alpine A110 R Le Mans.

19 Julho 2023

A estratégia comercial do Grupo, orientada para a criação de valor, continua a concentrar se nos canais mais rentáveis: a venda a clientes particulares, as versões topo de gama e o segmento C.

A quota das vendas a clientes particulares representa 65% nos cinco principais países europeus do Grupo1.

As vendas a clientes particulares representam mais de metade das vendas da marca Renault, na Europa.

A Dacia ocupa o 2º lugar no mercado de clientes particulares europeu, com um aumento de 29% em relação ao primeiro semestre de 2022. Com 138.978 unidades vendidas, o Dacia Sandero aumentou 23,5% em relação ao primeiro semestre de 2022 e continua a ser o automóvel mais vendido a clientes particulares, na Europa.

No segmento C, na Europa, a marca Renault registou um crescimento de 42% em relação ao primeiro semestre de 2022, graças ao sucesso do Arkana, do Austral e do Megane E-TECH 100% Elétrico:

O Renault Arkana registou perto de 42.000 vendas, 55% das quais nas versões E-TECH.

O Renault Austral registou perto de 40.000 vendas, das quais 65% são versões híbridas e 60% versões topo de gama.

O Renault Megane E-TECH 100% Elétrico registou mais de 23.000 vendas, sendo que mais de 70% foram das versões de topo e 80% para a motorização mais potente. O Megane E-TECH 100% Elétrico é o automóvel elétrico mais vendido do segmento C, em França.

O Grupo Renault prossegue a ofensiva na eletrificação:

As vendas de automóveis de passageiros eletrificados da marca Renault aumentaram 18%3, representando agora 37% das vendas de automóveis de passageiros da marca, na Europa. Os automóveis totalmente elétricos representam 11% das vendas de automóveis de passageiros, na Europa.

O Dacia Jogger Hybrid 140, que está à venda desde janeiro de 2023, já representa mais de 25% do mix de vendas. O Dacia Spring, totalmente elétrico, vendeu mais de 27.000 unidades, na Europa, no primeiro semestre, e continua a ser um dos automóveis elétricos mais vendidos na Europa.

A carteira de encomendas do Grupo Renault, na Europa, no final de junho de 2023, representava 3,4 meses de vendas. Manter-se-ia acima do objetivo de 2 meses ao longo do ano, mesmo com um mercado em queda de 30 %, quando comparado com 2019.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)