BYD: 1000 veículos vendidos em Portugal
Custo dos elétricos é a maior barreira à sua aquisição em Portugal

Eletrificação em Portugal: Elétricos e PHEV ganham força

By on 22 Fevereiro, 2024

A eletrificação vai ganhando força globalmente, mas cada país tem as suas especificidades. Se na Europa, os híbridos continuam a ser o grande destaque, em Portugal, os números de janeiro mostram uma tendência ligeiramente diferente da média europeia.

Não há dúvida que os carros com motor de combustão interna a gasolina continuam a ser os mais vendidos e, segundo os dados da ACEA, venderam-se em média 35,2% de carros a gasolina. Em Portugal, esse número foi um pouco superior, com uma percentagem de 37,2%. No que diz respeito ao diesel, um mercado que era muito forte em Portugal, a tendência é clara e a percentagem de carros a diesel vendidos no mercado nacional foi de 9,9%, contra 13,4% da média da Europa.

Os veículos híbridos, apesar da sua crescente popularidade na Europa, convencem menos clientes nacionais. Em janeiro, os híbridos corresponderam a 28,8% das vendas na Europa. Em Portugal, apenas 16,3%. No entanto, a procura de elétricos (BEV) e PHEV é superior em Portugal. 15,8% dos veículos vendidos no mercado nacional foram BEV, contra 10,9% da média da Europa. Já nos PHEV a diferença é também vincada, com 13,8% de percentagem no mercado nacional, contra 7,8% na média europeia. Também nos veículos com outras fontes de energia (GPL, hidrogénio, por exemplo) é superior em Portugal (7%) face à média europeia (3,9%). Os primeiros dados do ano mostram que o mercado nacioanl parece preferir os 100% elétricos e os PHEV, com os híbridos a terem menos destaque. E o diesel continua a sua queda.

Segundos os dados da ACAP, no mês de janeiro de 2024 foram matriculados em Portugal 7.227 automóveis ligeiros de passageiros novos elétricos, plug-in e híbridos elétricos, ou seja, mais 15,3 por cento que no mesmo mês do ano anterior. Especificamente observando os veículos elétricos, em janeiro de 2024 registou-se um aumento de 10,5 por cento em comparação com o mesmo mês de 2023, tendo sido matriculados 2.494 ligeiros de passageiros novos.

O mercado de elétricos, plug-in e híbridos elétricos de ligeiros de mercadorias registou, no primeiro mês de 2024, uma evolução positiva de 43,4 por cento face ao mês homólogo do ano de 2023, situando-se em 238 unidades matriculadas. Em janeiro de 2024 verificou-se um aumento de 43,0 por cento nas matrículas de veículos ligeiros de mercadorias novos elétricos em comparação com o mesmo mês de 2023.

Quanto ao mercado de veículos pesados, o qual engloba os tipos de passageiros e de mercadorias, no mês de janeiro de 2024 verificou-se um crescimento de 266,7 por cento face ao mesmo mês do ano anterior, tendo-se sido matriculados 11 veículos pesados elétricos novos.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)