DS Automobiles simplifica gama com dois níveis de equipamento: Pallas e Étoile
Seguros: Carros elétricos não têm ‘penalizações’ diferentes dos ‘outros’, mas…

DS Automobiles desvenda no manifesto M.i. 21 como vão ser os interiores dos seus modelos

By on 7 Junho, 2023

A DS Automobiles apresentou o manifesto de estilo interior, que resulta das suas reflexões sobre o futuro do automóvel, que se designa por M.i. 21.

A investigação da DS DESIGN STUDIO – inicialmente confidencial – pretende criar a ligação entre a visão e o projeto e estabelece um plano de cinco anos, período necessário para desenvolver os futuros modelos que irão chegar ao mercado antes do final da década.

Este projeto resulta das reflexões conjuntas das equipas de design e de produto e apresenta novos conceitos para os interiores dos futuros modelos da DS, com silhuetas originais, desenvolvimentos tecnológicos, ergonomia repensada, testa a utilização de cores, materiais e acabamentos num objeto físico, antes da sua aplicação na produção até ao final da década.

Ao contrário de um concept-car, um manifesto integra certas restrições regulamentares, industriais e económicas, para garantir um arranque mais rápido da sua produção. Com o manifesto M.i. 21, a DS Automobiles partilha a sua visão com o público durante o certame “Révélations”, bienal internacional do artesanato artístico e criativo que se realiza em Paris, no Grand Palais Ephémère, de 7 a 11 de junho de 2023.

Em rutura com o passado, a arquitetura do estudo da DS oferece mais espaços de arrumação e não há um túnel nem consola central, e as superfícies de vidro foram aumentadas. Em termos do som, a marca francesa garante que “foi feito um trabalho aprofundado para acabar com o constante exagero de componentes nos sistemas de alta fidelidade e para economizar espaço e massa”. Todos os elementos de som estão agrupados num elemento central.

Com o DS AERO SPORT LOUNGE apresentado em 2020, a DS já tinha reduzido o número de ecrãs e no manifesto M.i. 21 testa uma solução inovadora, pela projeção num painel que se pode tornar opaco, para apresentar a informação, ou transparente, para revelar os materiais. A única concessão em termos de ecrãs são os colocados nas portas, dedicados à visão traseira através de uma câmara. O sistema é controlado por voz ou por um sistema de controlo remoto situado no apoio de braços central.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)