Carlos Tavares: “Temos de colocar um pouco de juízo nos líderes políticos”
Carlos Tavares: “O que foi decidido a nível europeu foi um erro crasso”

Comissão Europeia reitera necessidade de investigar subsídios do governo chinês às marcas

By on 26 Setembro, 2023

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, anunciou recentemente a abertura de uma investigação para entender os apoios do governo chinês às marcas locais, que promovem “preços artificialmente baixos”. O vice-presidente da Comissão Europeia (CE), Valdis Dombrovskis, reiterou essa vontade para garantir um “comércio justo”

É sabido que a entrada em força das marcas chinesas vai mudar o paradigma do comércio automóvel na Europa. A quota de mercado das marcas chinesas de veículos elétricos na UE, subiu de 1% para 8%, o que mostra a força desta “ofensiva”, que pode prejudicar a economia europeia que tem como grande motor a indústria automóvel.

Dombrovskis pretende que a investigação faça incidir alguma luz sobre os subsídios do governo chinês a fabricantes de automóveis, de forma a garantir que regulamentos da Organização Mundial do Comércio (OMC) e os regulamentos da União Europeia (UE) são cumpridos. Temos visto a chegada de marcas que em apenas cinco anos conseguiram dar um salto qualitativo e quantitativo nunca antes visto.

Dombrovskis descartou a possibilidade de oferecer subsídios à compra de automóveis europeus, mas a Comissão Europeia está cada vez mais atenta ao que as marcas chinesas fazem. Se por um lado a Europa reage a esta mudança radical de paradigma, a China acusa a Europa de “protecionismo flagrante”.

A vantagem do lado chinês, é claro. Além de terem os principais fornecedores de baterias do mundo, têm acesso privilegiado à matéria prima e a indústria automóvel cresceu rapidamente graças às lições trazidas da Europa, cujas marcas apostaram no mercado chinês (e, por conseguinte, na capacidade fabril da China que) para aumentarem a sua margem de lucros. Resta ver como a Europa se defende, sabendo que há uma indústria fundamental em risco.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)