Porsche revela o novo 911 com motorização híbrida
Porsche 911: Versão híbrida impressionou no Nordschleife

Automóveis do museu da Porsche estiveram presentes no Solitude Revival

By on 25 Julho, 2022

No Solitude Revival deste ano, a Porsche marcou uma excelente presença, trazendo alguns dos seus modelos históricos do Museu da marca e da original coleção Porsche Heritage. Nem Walter Rohrl faltou.

O Solitude Revival é um evento que costuma reunir diversos automóveis históricos, sejam de competição ou de estrada, no antigo circuito Solitude, próximo da cidade de Estugarda. A edição deste ano realizou-se no passado fim-de-semana de 16 e 17 de julho e juntou mais de 400 automóveis, das mais variadas categorias, fabricados entre os anos 50 e 80.

Esta era uma altura do automobilismo em que as provas não eram efetuadas num circuito com pouco mais de dez curvas e sim em verdadeiros percursos de estrada com 26 curvas para a esquerda e 19 para a direita, tal como se passava nas provas de Fórmula 1 nesta pista.

Para marcar uma forte presença na edição de 2022, a Porsche não só convidou alguns dos seus pilotos mais conhecidos, como abriu as portas da Porsche Heritage e do Porsche Museum, com o objetivo de trazer verdadeiras pérolas do mundo do automobilismo e das suas respetivas épocas.

O Porsche 911 GT3 RS de 2003, por exemplo, foi conduzido por Walter Röhrl, mas também esteve presente um 911 Carrera RS 2.7 na sua versão mais potente de 1972, um 356 B 2000 GS Carrera GTL Abarth com a carroçaria em alumínio, construído no início dos anos 60 e uma série de modelos ainda mais históricos. Entre eles, um 911 Carrera RSR 2.8 de 1973, um Porsche 718 Formula 2 de 1960 e um Porsche 804 Formula 1 de 1962. A representar os modelos mais recentes da marca estiveram o Cayenne Turbo GT, um Macan T e dois 718 Cayman GT4.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)