Bosch aposta na reciclagem de baterias
Nissan: Unidade para fabricação de baterias de estado sólido apresentada

Stellantis investe em baterias de Lítio-Enxofre

By on 25 Maio, 2023

A Stellantis e a Lyten irão desenvolver aplicações para baterias avançadas de Lítio-Enxofre para veículos elétricos, para a redução do peso dos veículos e para soluções mais evoluídas de deteção de veículos. As baterias de Lítio-Enxofre têm o potencial de fornecer mais do dobro da densidade energética do que as de iões de lítio e representam uma solução alternativa às de cátodo de base níquel-manganês-cobalto. A Stellantis está a explorar todas as tecnologias de baterias para satisfazer as diversas necessidades da sua vasta base de clientes e garantir uma mobilidade limpa, segura e acessível.

Pioneira na área do grafeno tridimensional (3D), a Lyten irá aproveitar a capacidade única de moldabilidade do material para melhorar o rendimento dos veículos e a experiência dos clientes, enquanto descarboniza o sector dos transportes.

A plataforma de materiais sintonizáveis da Lyten demonstrou reduções significativas nas emissões de gases com efeito de estufa e fará avançar a transição para a mobilidade sustentável.

Ao contrário das baterias tradicionais de iões de lítio, as baterias de Lítio-Enxofre da Lyten não utilizam níquel, cobalto ou manganês, resultando numa pegada de carbono que se estima ser inferior em 60% à das melhores baterias do presente, tendo como fito alcançar uma bateria EV com as emissões mais baixas no mercado mundial.

As matérias-primas para as baterias de Lítio-Enxofre podem obter-se e serem produzidas localmente, na América do Norte e na Europa, reforçando a soberania do abastecimento regional. Esta tecnologia irá satisfazer as necessidades das indústrias que procuram baterias leves e densas em termos energéticos, que estejam livres de perturbações na cadeia de abastecimento.

As baterias de Lítio-Enxofre, compósitos e tecnologias de sensores da Lyten estão inicialmente a ser produzidas em Silicon Valley, no seu campus de 13.500 metros quadrados. Para além de produzir baterias para veículos elétricos, a Lyten está a trabalhar com clientes com quem já operava para começar a fornecer, já em 2023, baterias de Lítio-Enxofre e compósitos com infusão 3D Graphene para mercados especializados.

A Lyten está a colaborar com os seus investidores estratégicos de diferentes indústrias para aplicar os 3D Graphene da Lyten para descarbonizar outros setores intensivos em carbono, para lá dos transportes, planeando fazer outros anúncios no final deste ano.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)