CUPRA Tavascan: Testado nas condições gélidas da Lapónia
SEAT: 2023 foi ano de lucros históricos

SEAT: depois da reestruturação financeira, recordes estão à vista

By on 24 Março, 2023

A SEAT apresentou um volume de negócios anual de 10,5 mil milhões de euros, valor que é o segundo maior da história da empresa, e que surge depois do ano de 2022 ter sido marcado por uma reestruturação financeira da empresa.

Agora, este ano, a SEAT vai acelerar a sua transformação rumo à eletrificação e ao crescimento da marca Cupra, marca que está a consolidar a sua posição na Europa e também a expandir-se para o resto do mundo.

A SEAT S.A. apresentou os seus resultados de 2022 e os próximos passos na sua estratégia. O volume de negócios da empresa cresceu 14% de 9.256 milhões de euros para 10.513 milhões de euros. Este é o segundo maior volume de negócios na história da empresa em 73 anos, depois do recorde de 2019, de 11.157 milhões de euros.

O lucro operacional aumentou 550 milhões de euros para 179 milhões de euros (2021: -371 milhões de euros), antes de custos de reestruturação de 293 milhões de euros. Este valor representa uma melhoria no retorno das vendas de 5,7 pontos percentuais, de 4% negativos para 1,7% positivos. O lucro depois de impostos aumentou 324 milhões de euros para 68 milhões de euros (2021: -256 milhões de euros).

Os resultados confirmam que 2022 foi o ano da recuperação financeira da empresa.

“No meio de uma perfeita tempestade de desafios, em 2022 a SEAT S.A. tomou decisões históricas que irão definir a nossa história nos próximos anos”, afirmou Wayne Griffiths, CEO da SEAT S.A. “Dar prioridade à CUPRA, implementar um novo plano de redução de custos e reformular a forma como trabalhamos foram cruciais para garantir a estabilidade a longo prazo da empresa. A SEAT S.A. também avançou significativamente em direcção à eletrificação quando, em conjunto com o Grupo Volkswagen, a PowerCo e o Future: Fast Forward, comprometemo-nos a investir 10 mil milhões de euros na transformação de Espanha num pólo europeu de eletrificação.”

Com este investimento e uma estrutura empresarial mais robusta, 2023 verá a SEAT S.A. a avançar a toda a velocidade com a eletrificação de Martorell e a preparar-se para a maior ofensiva de produtos da CUPRA, que começa em 2024.

A SEAT S.A. iniciou 2023 com sucesso, tendo registado 71.500 entregas nos dois primeiros meses do ano. Este aumento é de 27% em comparação com o mesmo período em 2022 e possibilita um aumento das vendas em 2023. As entregas da marca SEAT aumentaram 12%, enquanto a CUPRA continua a registar um crescimento exponencial com um aumento de 75%.

2022: uma nova era para a SEAT S.A.

Em 2022, a indústria automóvel continuou a enfrentar desafios, incluindo a escassez de semicondutores. Estes fatores limitaram a capacidade de produção global da SEAT S.A., que se manteve em níveis semelhantes aos de 2021, com cerca de 480.000 automóveis fabricados, mas muito abaixo dos números pré-pandémicos.

Contudo, a empresa conseguiu uma recuperação financeira significativa, apesar destas influências externas: “A estrutura empresarial da SEAT S.A. é hoje mais consistente e continuamos a construir uma estrutura financeira ainda mais sólida ao longo do tempo. Embora o nosso volume de automóveis vendidos em 2022 fosse 4% inferior ao de 2021 devido à escassez de semicondutores, o nosso volume de negócios cresceu 14% em relação a 2021 e as receitas por veículo aumentaram 18%. A recuperação da empresa foi conseguida graças ao aumento da proporção de modelos CUPRA vendidos, uma estratégia agressiva de gestão de receitas, reduções de custos gerais e melhorias de eficiência”, disse David Powels, Vice-Presidente de Finanças e TI da SEAT S.A.

O EBITDA (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu de 278 milhões de euros em 2021 para 798 milhões de euros antes dos custos únicos de reestruturação. Este é o valor mais elevado dos últimos cinco anos. A empresa continuou na sua trajetória de investimento estratégico, com 880 milhões de euros destinados a investimentos e despesas de I&D em 2022.

2023: Acelerar a transformação da SEAT S.A.

A transformação da SEAT S.A. de combustão para a eletrificação está a avançar a grande velocidade, o que abre caminho para um novo capítulo de crescimento na história da empresa. Na Annual Press Conference, a empresa anunciou que em 2023 irá acelerar a execução de projetos-chave, incluindo a sua própria eletrificação e transformação organizacional, bem como um aumento do foco em impulsionar o crescimento da sua marca CUPRA: “Estamos no início de um ano crucial na história da SEAT S.A. Sabemos que o futuro é elétrico e temos uma visão clara e uma equipa motivada e determinada a fazer esta transição. Se 2022 foi o pontapé de saída da nossa transformação, 2023 será o ano da sua aceleração. Construímos Martorell há 30 anos para criar uma nova era de crescimento para a SEAT. Agora estamos numa segunda era: o próximo grande marco na história desta empresa”, acrescentou Wayne Griffiths.

Este ano assinala o 30º aniversário das instalações em Martorell e a SEAT S.A. está a investir um total de três mil milhões de euros na sua eletrificação. Martorell tornar-se-á um dos centros de produção do Grupo Volkswagen para veículos elétricos e uma parte crucial da cadeia de valor dos veículos elétricos em Espanha. Além disso, a SEAT S.A. liderará o cluster do Grupo Volkswagen para o desenvolvimento de Small BEV, a família de automóveis que irá democratizar a mobilidade urbana sustentável. Até 2025, a Martorell produzirá veículos elétricos para diferentes marcas do Grupo.

A ambição do Grupo é produzir três milhões de BEVs no total em Martorell e Pamplona, entre 2025 e 2030. A SEAT S.A. está também a trabalhar arduamente na construção de uma fábrica de montagem de baterias e de uma segunda plataforma de veículos para Martorell, com o objetivo de aumentar a sua quota na cadeia de valor de veículos elétricos e permanecer competitiva a longo prazo.

Na sua jornada para se tornar uma empresa mais sustentável, em 2023, a SEAT S.A. vai lançar a sua nova estratégia ESG. Um dos principais pilares desta estratégia será o desenvolvimento de um “Circular Economy Hub” que permitirá à empresa captar por completo o valor que o automóvel e a bateria oferecem através de projetos industriais de reutilização, re-fabricação e reciclagem. Também oferece um plano industrial sustentável para as instalações da empresa em Barcelona, onde o “hub” estará localizado.

Estratégia de crescimento da CUPRA até 2030

A CUPRA tem a ambição de ser uma das 100 Melhores Marcas Globais até 2030. Para atingir este objetivo, será apoiada pelas suas seis alavancas para o crescimento futuro. Estas alavancas incluem a globalização da marca. Só este ano, a CUPRA prevê a abertura de novas City Garages em Berlim, Madrid, Manchester e Paris. Como parte da sua ambição de se tornar uma marca verdadeiramente global, a CUPRA está atualmente a analisar a entrada na América do Norte. Está a testar a marca com potenciais clientes, e os resultados até agora são promissores e positivos. Além disso, acrescentará 500 novos CUPRA Masters em 2023, perfazendo um total de 2.000.

A marca está a preparar a sua maior ofensiva de sempre, que terá início em 2024 com o lançamento do CUPRA Tavascan e do CUPRA Terramar, seguindo-se o CUPRA Urban Rebel em 2025. Estes novos modelos permitirão à marca entrar em novos segmentos e mercados e atingir o seu objetivo a médio prazo de vender 500.000 automóveis por ano.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)