Mercedes-AMG PureSpeed concept: Inspirado na F1
Mercedes é a marca mais pesquisada por quem procura usados

Brabus ajusta a aerodinâmica do EQS com o objetivo de estender a autonomia

By on 11 Agosto, 2022

Apesar de já se tratar de uma base excelente, a Brabus conseguiu otimizar um pouco mais a aerodinâmica do Mercedes EQS, o que se traduz numa autonomia máxima superior.

O preparador alemão é conhecido pelos seus projetos mais arrojados e que costumam estar mais focados na otimização do motor e ganhos de potência, mas também na personalização do interior e exterior de cada modelo. Mas agora, a Brabus apostou em algo um pouco diferente.

Usando um Mercedes EQS como base, a Brabus efetuou diversos testes e afinações com a ajuda de um túnel de vento, de forma a otimizar a (já de si, excelente) aerodinâmica deste modelo, especialmente para os momentos em que circula em autoestrada, um ambiente que os motores elétricos detestam. No final, o coeficiente aerodinâmico ficou mais baixo em 7,2 por cento, enquanto a autonomia aumentou cerca de 7% no intervalo de velocidade entre os 100 e os 140 km/h.

Além desta otimização, mas também parte da mesma, os componentes adicionados ao exterior do EQS são produzidos em carbono, o que também confere um visual um pouco mais desportivo a este modelo, tal como as jantes Brabus Monoblock com um diâmetro que pode chegar às 22 polegadas. Para finalizar, a altura do conjunto foi também reduzida cerca de 15 milímetros no eixo dianteiro e 20 milímetros no eixo posterior. E claro, o resultado que podemos ver nas imagens, é aquele que já esperamos da Brabus, com traços poderosos e musculados que conseguem melhorar o visual de cada modelo.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)